google-site-verification=21d6hN1qv4Gg7Q1Cw4ScYzSz7jRaXi6w1uq24bgnPQc

FRANKENSTEIN (UNIVERSAL STUDIOS) NO CINEMA

frankenstein-universal-studios-no-cinema

Frankenstein é um romance de terror gótico de autoria de Mary Shelley, escritora britânica nascida em Londres. É considerada a primeira obra de ficção científica da história. É um dos mais adaptados para o cinema e por isto separei em três partes distintas, por importância: filmes da Hammer, da Universal, e as demais.

Boa sessão:


Henry Frankenstein, um cientista louco, vagueia à noite pelo cemitério procurando membros de diversos cadáveres para costurá-los e formar um único homem, mas para dar vida a este ser monstruoso, um cérebro é necessário. Após uma confusão de Fritz, seu assistente, ele acaba colocando na criatura um cérebro criminoso. Mesmo com sua família e amigos tentando fazê-lo desistir deste experimento, Henry infunde vida na criatura, que escapa para a cidade e começa a causar estragos.


Depois de se recuperar dos ferimentos causados por um criminoso ataque sobre si e sua criação, o Dr. Frankenstein planeja parar suas demoníacas experiências, mas quando um cientista louco, o Dr. Pretorius, sequestra sua esposa, ele precisa retomar seus experimentos e ajudá-lo na criação de uma companheira para a criatura. Enquanto isso, o monstro continua fugindo daqueles que desejam o destruir sem entender que suas intenções são boas apesar da falta de socialização e de autocontrole.


Após passar um grande tempo vivendo nos Estados Unidos e na Europa, o barão Wolf von Frankenstein (Basil Rathbone), filho do Dr. Frankenstein, toma posse do castelo do seu ancestral acompanhado por Elsa (Josephine Hutchinson), sua mulher, e Peter (Donnie Dunagan), seu filho. O barão considera seu pai uma boa pessoa, que teve o azar de ter um assistente que deu à criatura (Boris Karloff) o cérebro de um assassino. O barão é recebido friamente pela população do lugarejo próximo ao castelo. 
No laboratório destruído de seu pai o barão conhece Ygor (Bela Lugosi), que lhe mostra em um compartimento secreto o monstro em estado de coma. Tentando limpar o nome da família, o barão tenta fazer uma criatura "boa" no qual é ajudado por Ygor e acredita ter fracassado. Mas durante um jantar um relato de Peter faz o barão entender que a criatura está viva. Ele deseja continuar as pesquisas, pois apesar de vivo o monstro ainda tem o cérebro de um assassino, mas Ygor, que controla a criatura, não gosta da idéia e logo misteriosas mortes começam a acontecer.


Os habitantes da aldeia de Frankenstein sentem que ainda estão amaldiçoados e colocam a culpa de todos os seus problemas no monstro de Frankenstein. Há rumores de que Ygor (Bela Lugosi) ainda está vivo e, supostamente, tentando reviver o monstro. Os aldeões pressionam o prefeito para que lhes permitam destruir o castelo de Frankenstein que continua de pé. Ygor tenta alguma resistência, mas os moradores arrombam as portas e começam a destruir o castelo com dinamites. Ygor foge pelas catacumbas e é então que encontra o monstro libertado de seu túmulo sulfúrico pelas explosões.


Quatro anos após os eventos de Lobisomem e O Fantasma de  Frankenstein , dois homens invadem a cripta da família Talbot na noite de lua cheia para abrir o túmulo de Larry Talbot  (Lon Chaney Jr.), em busca de joias que foram enterradas com dele. Durante o roubo, eles acidentalmente despertam o lobisomem. Ele procura o Dr. Frankenstein na esperança de que este o liberte de sua maldição. Mas ele tem planos mais sinistros.


Um perturbado cientista, Gustav Niemann (Boris Karloff), escapa da prisão e toma conta da direção de uma câmara de horrores. Tirando a estaca de um esqueleto, ele ressussita o famoso Conde Drácula (John Carradine) e o ordena a assassinar o homem responsável pela sua prisão. Mais tarde, ele encontra Frankenstein (Glenn Strange) e o Lobisomen (Lon Chaney Jr.) congelados e enterrados nas ruínas do laboratório de Frankenstein. Quando ele os trazem de volta a vida, o Monstro incontrolável o arrasta até uma sepultura.

 




Tecnologia do Blogger.