google-site-verification=21d6hN1qv4Gg7Q1Cw4ScYzSz7jRaXi6w1uq24bgnPQc

A VOLTA DOS MORTOS VIVOS (1985) - FILM REVIEW

Tive a honra de entrevistar Thom Mathews, e em um das perguntas, referente ao filme que ele mais gostou de atuar, sua resposta, sem pensar, foi "A volta dos mortos vivos". Na segunda parte da pergunta, ele responderia o filme em que ele se arrependeu de ter trabalhado. Para minha absoluta surpresa, e porque não decepção, sua resposta foi  "A volta dos mortos vivos 2", um dos filmes que mais assisti na vida e meu debut no sub-gênero do horror que mostra mortos vivos. 

Bom, hoje é dia de falar do primeiro filme. Na história, dois empregados de um armazém de medicamentos encontram no subsolo do estabelecimento barris do exército, lacrados e acidentalmente liberam um gás mortal no ar. Esse gás acaba reanimando os mortos de um cemitério próximo, que vão querer apenas uma coisa dos vivos: seus miolos.

Aliás, sua infância foi escutando "miolos" ou "cérebros"? 

Dependendo da época que assistiu, a dublagem fez esta alteração que parece simples, mas é uma mudança significativa quando se leva em conta a memória afetiva. "A volta dos mortos vivos" é um filme que traz muitas situações interessantes e curiosas de bastidores, já que a história do filme em si, é simples.  

Thom Mathews me disse que a razão pela qual ele usava um boné de beisebol foi porque, quando foi cortar o cabelo do personagem, Freddy, seu barbeiro, cortou seu cabelo muito curto e o diretor, Dan O'Bannon, não gostou. Thom gostou muito de trabalhar no filme, mas o que ele levou para a vida foi sua amizade com o já falecido James Karen. E foi só no segundo filme que ambos descobriram que faziam aniversário no mesmo dia (28 de novembro). 

Alguns dos zumbis receberam bônus financeiro para comer cérebros de bezerros verdadeiros no filme. Dan O'Bannon não queria que os atores fizessem nada que ele não estivesse disposto a fazer e comeu alguns cérebros de bezerro crus primeiro na frente deles, para mostrar que não pediria a eles que fizessem nada que ele não estivesse disposto a fazer também.

Primeiro eles querem te conhecer, depois eles querem te comer, 

De acordo com a atriz Jewel Shepard, Dan O'Bannon a conheceu no início dos anos 80, quando era membro de um clube privado, onde ela trabalhava como stripper. Ficaram bons amigos porque tinham muito em comum. Quando ele conseguiu a direção deste filme, ele queria que ela interpretasse a personagem Trash. Mas ela estava farta de ficar nua no palco e em seus pequenos papéis no cinema na época, então ela sugeriu que fizesse um teste para a festeira Casey, já que ela gostava de festas. Ele concordou. Linnea Quigley assumiu o papel de Trash (e nudez total, claro).

Ao filmar a dança da sepultura de Trash (Linnea Quigley), ela inicialmente estava completamente nua e exibia pelos pubianos, como era costume no início dos anos 80. No entanto, o produtor Graham Henderson visitou as filmagens naquele dia, e de acordo com ele e outros, teve um ataque, gritando para Dan O'Bannon que "Você não pode mostrar pelos pubianos na televisão". Dan mandou Linnea depilar por completo. Em seguida, eles fizeram outra filmagem, na qual Graham Henderson gritou "Oh Deus, é ainda pior, você pode ver tudo!". 

Nesse ponto, eles enviaram Linnea Quigley para Bill Munz e William Stout, onde fizeram um aparato na virilha, parecido com um fio-dental e colaram. Segundo Linnea, isso era um pouco problemático, pois toda vez que ela tinha que ir ao banheiro, eles tinham que retirá-lo. Por causa disso, não há cenas de Linnea com a virilha completamente nua como muitos pensam.

Braaiinnsss! 

A lápide à esquerda da grande em que Trash realiza seu strip-tease pela primeira vez tem o nome 'Archibald Leach' nela. Este é o nome verdadeiro do ator mais conhecido como Cary Grant. 

Originalmente, Frank deveria ser completamente transformado em um zumbi e se juntar à multidão de zumbis, mas James Karen não queria filmar nenhuma cena na chuva fria de Los Angeles, então ele sugeriu que Frank se incinerasse antes que a transformação pudesse ser concluída. O'Bannon concordou com a sugestão. Foi ideia de James que seu personagem removesse sua aliança de casamento e orasse por perdão antes de se matar.

Ti naaaa

Para finalizar, Thom Mathews disse para mim que durante a sua última cena na última noite filmando, ele foi levado às pressas para a sala de emergência devido a uma prancha que atingiu sua cabeça depois que ele quebrou a escotilha do sótão procurando a Tina... para comer seu cérebro!!! (risos).

Aparentemente, sua aplicação em ser o melhor zumbi que podia foi longe demais...




Eles Estão de Volta da Sepultura e Prontos Para a Festa! Dois empregados desastrados de um armazém de medicamentos encontram no subsolo do estabelecimento barris do exército lacrados e acidentalmente liberam um gás mortal no ar. Esse gás acaba reanimando os mortos de um cemitério próximo, que vão querer apenas uma coisa dos vivos: seus miolos. Uma homenagem de Dan O´Bannon ao clássico “A Noite dos Mortos-Vivos”, dirigido por George A. Romero em 1968. Uma espécie de continuação não oficial do clássico de Romero, repleto de referências sociais e muito humor. Teve outras duas sequências tão divertidas quanto o original de O´Bannon. 

A VOLTA DOS MORTOS VIVOS
BLURAY

Veja abaixo detalhes da linda edição.

DISCO 1 – BLU RAY – FILME 

Colorido, 91 minutos
Formato de Tela: 1.85: 1
Áudio Original em Inglês DTS-HD Master Audio 5.1 Surround e 2.0 Estéreo
Dublado em Português 2.0 Dolby Digital Estéreo
Legendado em Português e Inglês 
Classificação Indicativa: 14 anos 

EXTRAS: 

* Comentários em áudio de With Gary Smart (Coautor de “The Complete History Of The Return Of The Living Dead”) e Chris Griffiths
*Comentários em áudio com o ator Thom Mathews, John Philbin e com o especialista em efeitos visuais Tony Gardner
*Comentários em áudio do diretor Dan O'Bannon e do produtor William Stout - *Comentários em áudio com o produtor William Stout e com os atores Don Calfa, Linnea Quigley, Brian Peck, Beverly Randolph, Allan Trautman. 

a-volta-dos-mortos-vivos-1985

DISCO 2 – DVD - EXTRAS: 

*A Década das Trevas (The Decade Of Darkness) – Documentário sobre o cinema de horror dos anos 80 
*Galeria de Trailers
*TV Spots 
*Galeria de Fotos do material promocional e bastidores da produção
* Galeria de Fotos dos bastidores da produção de efeitos especiais e de maquiagem
*Legendas Zumbis (Zombie Subtitles For The Film)
*Os Zumbis Falam Com Suas Próprias Palavras (In Their Own Words – The Zombies Speak) Colorido, 71 minutos, Formato de Tela: 1.85: 1 e 4x3 - Áudio Original em Inglês 2.0 Estéreo - Legendado em Português 

DISCO 3 – DVD - EXTRAS:

*Os Efeitos Visuais dos Mortos-Vivos (The FX Of The Living Dead With Production Designer William Stout, FX Make-up Artists William Munns, Tony Gardner, Kenny Myers And Craig Caton-Largnet, Visual Effects Artists Bret Mixon And Gene Warren Jr. And Actor Brian Peck) - Versão Estendida
*A Música dos Mortos-Vivos (Party Time: The Music Of The Return Of The Living Dead With Music Consultants Budd Carr And Steve Pross And Soundtrack Artists Plus Musicians) – Versão Estendida
*O Solo Sagrado do Terror – Revisitando as Locações dos Mortos-Vivos (Horror's Hallowed Grounds – Revisiting The Locations Of The Film
*The Return Of The Living Dead Workprint) – Incluindo 20 minutos de material adicional - *Mais Cérebros – A Volta dos Mortos-Vivos (More Brains: A Return To The Living Dead – The Definitive Documentary On The Return Of The Living Dead (120 minutes)
*Entrevista com Dan O´Bannon – A Entrevista Final (A Conversation With Dan O'Bannon – His Final Interview) (28 minutes)
*A Origem dos Mortos-Vivos – Entrevista com John Russo (The Origins Of The Living Dead – An Interview With John A. Russo) (16 minutes)
*A Volta dos Mortos-Vivos – Os Mortos Ressucitaram - (The Return Of The Living Dead – The Dead Have Risen) – Entrevistas com os atores Clu Gulager, James Karen, Don Calfa, Brian Peck, Thom Mathews, Beverly Randolph, Linnea Quigley e outros… (21 minutes)
*Desenhando os Mortos (Designing The Dead – Entrevistas com Dan O'Bannon e com o produtor William Stout (15 minutes) 

A edição ainda trás um mini pôster e um cd duplo com a trilha sonora do filme.


Informações técnicas da edição:

Dimensões do produto: ‎ 2 x 14 x 17 cm; 212 g
Formato de Tela: 1.85: 1 e 4x3 
Tempo de execução: ‎ 1 hora e 31 minutos
Data de lançamento: ‎ 1 agosto 2021
Atores: ‎ Clu Gulager, James Karen, Don Calfa
Legendas: ‎ Português
Áudio Original em Inglês 2.0 Estéreo
Estúdio: ‎1 Films Entretenimento

Tecnologia do Blogger.