google-site-verification=21d6hN1qv4Gg7Q1Cw4ScYzSz7jRaXi6w1uq24bgnPQc

A HISTÓRIA DAS SESSÕES DE FILMES DA TV BRASILEIRA NOS ANOS 70 A 90 - PARTE 1

a-historia-das-sessoes-de-filmes-da-tv

Escrever este post foi mais que uma aventura cultural. Foi uma jornada emocional. Uma volta a um tempo que jamais voltará. Indescritível. 

Peguei meu Delorean e voltei para 1985. Não encontrei Marty, mas revivi momentos que me emocionaram. Se eu proporcionar o mesmo para quem ler estes posts, minha missão terá sido cumprida.

Boa viagem. Vejo vocês no passado...

👉Tela Quente

A Tela Quente é a sessão de filmes da TV Globo que motivou este post.  Exibida desde 7 de março de 1988 nas segundas-feiras (mudou os dias conforme os anos passaram), eu anotava todos os filmes que passavam até o ano de 2000. Nos últimos anos a sessão de filmes perdeu o sentido para mim, já que eles exibem até episódios de séries de TV. 

O Retorno de Jedi foi o primeiro filme exibido. E a cada ano, o anúncio dos filmes que passariam na TV, possivelmente na Tela Quente, virou um evento entre os cinéfilos. Vale lembrar que o Carnaval e alguns jogos de Futebol costumavam sabotar a exibição de filmes.

Logos

A história dos logotipos seguiu um padrão, com três grandes transformações, mas em cada um destes períodos, inúmeras variações. O logo clássico foi de 1988 a 2005. No segundo momento, o logotipo recebeu uma cor que se assemelhava a chamas, fazendo uma alusão à Tela "Quente". Este tom saiu de cena em 2016, quando um tom mais frio de fundo e o logo tradicional voltaram, como poderá ver nas imagens. 

Veja a evolução dos logotipos:







👉Cinema em Casa

Não muito distante da primeira sessão da Tela Quente, o SBT colocou no ar o Cinema em Casa, com o saudoso "Pela primeira vez na Televisão". Enquanto a Globo colocava grandes clássicos como Alien, Caçadores da arca perdida e Retorno de Jedi, o Cinema em casa  colocava no ar obras como A Hora do Pesadelo, Um Lobisomem Americano em Londres, Bala de Prata, Colheita Maldita e Rambo. 

O SBT exibiu a sessão de filmes Cinema em Casa entre 1988 e 2003, a princípio, na faixa noturna de 21h30 as 23h25 (uma vez por semana e com horário variando conforme o programa da Rede Globo), depois no horário da tarde (de segunda a sexta-feira) no horário de 13h30min até 15h30min, fazendo dele uma Sessão da Tarde. 


O Cinema em Casa começou em 26 de agosto de 1988 com Rambo: Programado para matar. Neste primeiro ano, algumas chamadas foram absolutamente memoráveis, como  Starman: O Homem das Estrelas,  O Exterminador do Futuro,  Férias do Barulho, Angel, Luta Solitária, A Hora do Pesadelo e Santa Claus, O Papai Noel. A lembrança é tão viva, que ouço ainda  a chamada, que era escutada o dia todo durante a semana. 

Os logos variaram nos seguintes anos: o primeiro, claro, começou em 1988 e foi até 1990. Depois de 91 a 93. Mais dois anos e mudaram de novo, que durou um ano. Em 1996 teve uma variação e mudou de novo, ficando até 2001. Mudou, ficou 8 anos. Em 2009 houve uma pequena variação também, além da mudança para o último, que ficaria até o fim da sessão, em 2011.

Veja a evolução dos logotipos:






👉Sessão das Dez

Igualmente marcante, mas por conta do horário, eu não assisti TODOS os filmes, como no caso do Cinema em Casa ou Tela Quente. O mais interessante da sessão era a repetição imediata do filme à 00.00. Eu cansei de fazer sessão dupla, principalmente nas férias. Alguns filmes eu lembro como se fosse hoje: Alligator (passou em abril de 1988), Os Caçadores da Atlântida (maio do mesmo ano),  O Super carro negro e Fuga de Nova York (Julho de 88). Este último inclusive repetiu em Dezembro do mesmo ano (Férias escolares de novo), e eu prontamente, revi. Em 1989, me marcaram S.O.S. Star Flight, Os Aniquiladores,  Um Lobisomem Americano Em Londres (todos passaram em Julho). 

Tudo começou como Sessão das Dez Premiada em 1981, com o filme O Elevador, em 19 de agosto. Uma pausa para balanço no fim do mesmo ano e só voltou 4 anos depois, com "Um casamento macabro", em 07/04/85. E no embalo, foi até 1998, terminando com o hilariante “Loucos, Birutas e Debilóides” 22/02. Retornou com Difícil de matar, em 5 de janeiro de 2003. E no mês de setembro do ano seguinte, Breakdown: Implacável Perseguição encerrou de vez sua história. Por enquanto... 

Veja a evolução dos logotipos:



👉Sessão das Tarde

Sabe aquela sensação de pegar o bonde andando? Eu assisti ao nascimento de sessões de filmes como Tela Quente, Cinema em Casa e Temperatura máxima. Mas a Sessão da Tarde já existia antes mesmo do meu próprio nascimento.  Ela é exibida às tardes da emissora Rede Globo desde o dia 4 de março de 1974. O primeiro filme variou conforme a região. Foi desde A Incrível Suzana, passando por Oito e meio e Perigos de Paulina, sendo uma das sessões de filmes mais duradouras da televisão brasileira, sucedendo a extinta Sessão das Duas. 

Mas o hype com a sessão veio nos anos 80, com os que hoje, são chamados Clássicos da Sessão da Tarde. Como era uma sessão diária, ela foi mais marcante que os filmes em si. Enquanto eram 4 "Telas quentes" em um mês, 20 filmes, no mínimo, eram exibidos.


Aliás, uma curiosidade: A revista Veja-SP elaborou uma lista com os 20 filmes mais exibidos nos 10 primeiros anos da sessão e não há NENHUM filme dos ditos Clássicos da Sessão da Tarde. Há obras como Tarzan, o Homem Macaco, Os 5000 Dedos do Dr. T, Os Perigos de Paulina e Robinson Crusoé em Marte. 

Veja a evolução dos logotipos, sendo a primeira sequência, foi de 1974 a 1989, a segunda até início dos anos 2000. E os últimos dois, até o presente.






Tecnologia do Blogger.